/// CONTOS do OUTRO LADO da VIDA ///

Na sociedade da espiritualidade, existem muitas moradas> dimensões – em diferentes, estágios e graus de conhecimentos. E, nestas dimensões, igualmente como as cidades de um país > existem, vários bairros, cada qual com suas peculiaridades. Então, esta história se passa no dia, 12/04/2012>data, terrena.   Após, vir trazer uma mensagem da dimensão sagrada de JESUS> Mensagem que, na verdade, são pedras preciosas, valem ouro, pois, possuem muito valor – por isso, as trevas, sempre ficam atentos, na tocaia> a passagem de mensageiros provenientes de dimensões superiores. Elas são  valiosíssimas. E, a trevas, gostam de aprisionar estes soldados da luz, para arrancar dêles, estas  mensagens. E, numa dessas, idas e vindas, aconteceu – de um mensageiro ser interceptado no caminho, quando ele já estava voltando à sua dimensão.  O inimigo das trevas, surgindo do nada> tentou segurar o mensageiro. Ei, pare, aí> – vou pegar você!  Mas, no caso das dimensões superiores> nenhum mensageiro vem à terra, desguarnecido – sempre está guardado, escoltado, mesmo que esta escolta não seja vista – mas, por onde os mensageiros passam, está tudo guardado. Basta, um chamado> para imediatamente surgirem o exército de JESUS. Porém, tudo fica a critério da atitude do mensageiro, de seu conhecimento e, de como ele enfrentará as armadilhas, que as trevas, sempre tentam aprontar para o povo da luz. Parecido, com os assaltantes da terra> quando, no ônibus, ruas ou na própria casa, eles entram com seus arrastões.  Assim, também é no plano espiritual. No mundo material, o que dá o poder ao homem é o “DINHEIRO”  E, no mundo da espiritualidade, o que dá o poder é o conhecimento do absoluto – quem o possui, tem tudo, e quem nada tem, nada é, na vida de espírito> porque, quando passou pela terra, nada buscou do Reino de DEUS – senão os prazeres deste mundo..  Pois, bem: Como dizia – o meio do caminho, o mensageiro é tentado à parar, por um agente das trevas.  Mas, o mensageiro, sem dar tempo ao negativo de pensar, diz: – só quando você achar a cabeça do bacalhau! E, continuou a caminhar, sem olhar pra trás.  Nisso, ele ouviu o asseclas das trevas, chamá-lo: Ei! Ei! Pegando o mensageiro pelo braço – disse-lhe: – Bacalhau tem cabeça? – claro, que tem!   – Mas, bacalhau é peixe?  – Sim, bacalhau é peixe!  – Mas, onde está a cabeça do bacalhau?  – Aqui, o bacalhau não tem cabeça – mas, lá fora ele tem cabeça, e todos conhecem!  – Disse então o negativo: – aonde eu posso encontrar a cabeça do bacalhau? – Logo, ali!  Há! então vou ali, buscar essa cabeça, e quando voltar, pego você!  E, o mensageiro, continuou sua caminhada. E, lá se foi, o negativo, procurar a cabeça do bacalhau, acreditando que, a cabeça estava logo ali.  Pareceu, uma pergunta boba, absurda, sem-pé-nem cabeça> mas, pra quem não tem conhecimento – confunde a mente inimiga. Por isso, o inimigo da luz, confundiu-se com a resposta do mensageiro, parando seu ataque eminente> para pensar o que seria a cabeça do bacalhau> porque, o que sabemos, no Brasil, realmente ninguém, nunca viu, um bacalhau com cabeça. Quando ele vem lá de fora, a cabeça é retirada, porque ela tem muito osso – ficando difíceis pra “salgar” Mas, na Noruega, todos compram o bacalhau como peixe comum – com cabeça> lá, não se tem a necessidade de salgar.  Mas, o negativo, não sabia disso, e acreditou na conversa do mensageiro. – E, ele, está procurando até agora, pela cabeça do bacalhau. E, nunca vai encontrar> somente se ele for pra Noruega…  E, quando o mensageiro, chegou ao Reino de JESUS – contando sua história> todos riram e disseram; “ É, você, saiu-se muito bem. não chamou  ninguém, nem usou de violência” Usou a sabedoria, o conhecimento!  E, a pessoa que dirigia a dimensão, falou pra outra, também superior! É, devemos pensar, bem> O mensageiro está merecendo ganhar uns “pontos”

Portanto: No Reino de DEUS, somente vencem, aqueles que mostrarem  inteligência, conhecimento e perspicácia.

Outra história interessante> é a de um “Doutor” que, ao chegar no plano espiritual> disse: – sou doutor – quero respeito! Então, a pessoa que dirige a dimensão> a mesma, aonde, o mensageiro – (da cabeça de bacalhau), vive. Perguntou ao doutor> – se és doutor, onde esta o teu diploma> quero velo?  O douto rodou pra lá, pra cá,  mas, não encontrou o seu diploma. Não estás encontrando? Tudo bem> o que trouxestes, então, na tua bagagem: “uma árvore, um galho de árvore  ou uma semente” – o que plantaste na terra? O que de útil fizestes meu filho. Mostre-me, alguma coisa, que tenhas feito de importante, entre os homens. Mas, o doutor, não sabia o que dizer> porque nada ele tinha, e, nem tão pouco, o seu diploma.  Assim, perdido, sem conhecimento, acreditava o doutor, somente nas “letras” E, as letras, segundo a lei> “mata” Mas, para a ciência – o que vale, é o conhecimento das letras> pois, pra eles, o espírito não prova nada. É a mente, fixada na ciência.  Então, o doutor  foi levado pra um lugar, onde os espíritos perdidos das realidades espirituais – são colocados, como se ainda estivessem na terra> com casas, ruas, hospitais> é verdadeiramente um “Palco iluminado, onde montam o cenário” para que, a plateia, que chegam, após o falecimento, despreparados da verdade – acreditem ainda estarem vivendo no mundo. Até chegar a hora da verdade, nua e crua. Então, vem a pessoa encarregada, para mostrar ao espírito, que ele já não faz mais parte do mundo físico. É nesse momento, que o homem se apercebe> que, tudo se acabou. E, a pessoa do plano Maior, diz: “O que tens para nos mostrar”  “O que plantastes e o que colhestes”  Aí, o mundo desaba, a verdade surge como uma espada,  mostrando toda a nossa ignorância nas coisas da alma. E, como a maioria, estão sem rumo, nada conhece da lei, a não ser as histórias que o mundo contam. são levados pra lugares, onde vão aprender a enxergar o que de fato é a vida e a morte.  Portanto, quem planta colhe o que plantou.  Não se planta trigo, para colher milho.  A sua história, dependerá do tipo da “semente” que você plantar!    Então: “Qual a semente que você lavrou na terra . quando por ela passou!”

Em verdade> é isto. Como já citei a cima –  a única voz que você ouvirá, quando morrer na carne – será – o que plantaste e qual foram o teu fruto, quando pela terra passastes.   Em verdade, o homem vive, sob a lei da semeadura.  Porque, o homem sempre irá colher o que plantou. Tanto no plano físico, quanto no plano espiritual.         (BARTHO)

# Se o homem, de fato, deseja mudar a sua história e também da humanidade> mude primeiro a sua maneira de pensar, agir e viver. Aprenda a mover o seu SER – a cima da materialidade humana. A partir deste começo. Tudo a volta, começará a mudar a se transformar. Porque, a vida material, espiritual e emocional – provém do interior humano. Aonde, também a religião tem uma responsabilidade e interferência, muito grande no desenvolvimento do homem.  Mas, infelizmente, a sociedade e a religiosidade estão fragilizadas, contaminadas, pela ambição, pelo desejo do poder material – fazendo que, as religiões deixem a desejar perante a verdade de DEUS.  Porque, mercantilizaram os ensinamentos de Cristo.  Então, com as defesas religiosas baixas – perante a moral da verdade divina – pois, a mentira, a hipocrisia e a demagogia – quebraram com a corrente religiosa> motivo que hoje, se vê, claramente a violência, a barbárie, dominando todo o mundo. Assim, a sociedade humana, fragmentou-se e ficou fora da ordem. (BARTHO)

E-mail do autor (luzbartho@hotmail.com)

/// O PESCADOR de MINHOCAS ///

Duas mensageiras do Reino da Luz> que, no plano inferior – são conhecidos como “da parte direita” Chegaram numa praia deserta no mundo material – mas, encontraram no lugar onde tinham que pegar uma encomenda – um pescador, que ali se encontrava, tentando apanhar peixes. Estas mensageiras notaram também que o pescador estava sendo observado por seres das trevas> sendo que um destes seres – estava mais avançado, olhando a pescaria do homem.  Como tirar à atenção do negativo – sem chamar atenção para a verdadeira identidade delas.  Então, uma delas, aquela que no texto acima enganou outro destes seres das sombras, falando da cabeça do bacalhau. É meus amigos. É esta mesma> que, agora iria inventar outro blefe, pra cima deles – para passar sem ser notada. Assim, ela entrou na mente do pescador – enquanto a sua colega tirava a atenção do negativo. Gritou a mensageira no comando da voz do pescador: “ Ei! Pesquei uma minhoca! Ela é enorme, e está bem viva! Vem ver!  E, o negativo, deixou a conversa com a mensageira, sem tomar conhecimento de quem ela era – …chegando logo diante do pescador, dizendo: “Cadê a minhoca, cadê ela!  Enquanto o negativo se distraia com a minhoca  —  as duas mensageiras pegavam o que tinha que pegar – e partiam dali – sem deixar rastros. Nesse espaço de tempo> chegava outro companheiro do negativo – perguntando: “O que você está fazendo aí?” Estou vendo o pescador pescar uma minhoca! E, ela está viva! Você tá maluco! Enlouqueceu! –Aonde já se viu minhoca na água salgada e viva! – quem te falou- com quem estavas conversando? Não, quem me falou foi o pescador e eu estava conversando com uma moça! Seu tolo! Você foi enganado!  Com certeza elas eram da parte direita! Enganaram-te!

E o negativo, envergonhado diante do companheiro, abaixou a cabeça.

Tudo isto, porque o conhecimento da espiritualidade é nenhum.  Morrem cegos pelas luzes do mundo. E quando passam da vida física para a espiritual > descobrem que o mundo era de fato uma grande MENTIRA, era simplesmente uma ilusão!   (BARTHO)

 

 

2 respostas para /// CONTOS do OUTRO LADO da VIDA ///

  1. Laércio José Carvalho disse:

    Amigo ;
    Muita gente aquí na térra não sabe onde encontrar a própria cabeça!…Imagine encontrar a cabeça do bacalhau !….Muitas vezes, nós também nos distraimos com futilidades e nos desviamos do que realmente é importante para encontrar o caminho da “VERDADE”.

  2. Bartholomeu disse:

    É Laércio> essa história me foi contada pelo próprio plano espiritual – foi a saída, que um mensageiro divino, criou, para não ser “pego”, pelas forças negativas. Com esta saída o mensageiro ganhou pontos em seu reino – porque, bastava um estalar de dedos, para toda uma equipe de luz, tirá-lo do cerco inimigo. Mas, devido a falta de conhecimento do inimigo, o mensageiro venceu. Enquanto o inimigo, saia para procurar a cabeça do bacalhau> o mensageiro, escapava – e chegando no Reino da Luz – foi aplaudido, pela sua inteligência.

    Esta é uma história verdadeira. E você,Laércio – falou uma grande verdade, as pessoas perdem suas cabeças por nada, neste mundo. Por banalidades. > porque, ainda estão também perdidos nos caminhos da vida! (BARTHO)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s