///OS DEZ MANDAMENTOS///

No princípio, todos seguiam os “Dez Mandamentos.” Foram séculos, sem a observação da verdadeira consciência da lei. Ninguém, dentre os doutores da lei – alcançavam as entrelinhas do que estava escrito. Até o dia, em que um simples homem – no meio da multidão, nascido na pobreza de uma manjedora – mas, rico no conhecimento do espírito, porque falava de um conhecimento concreto para um conhecimento abstrato… disse, aos homens que se achavam – e hoje, ainda se acham, grandes conhecedores da lei> preconizou, que, ao invés dos “Dez,”  bastavam seguir somente “Dois,” daqueles mandamentos – pois, os demais naturalmente, estavam incluídos nêles. “Amar a DEUS acima de todas as coisas e amar ao próximo como a si mesmo.”  Então, até aquele momento, os grandes estudiosos dos textos sagrados, não se haviam percebido desse fato. Porque, eles viviam e vivem do que está escrito> são como papagaios, repetindo sempre, palavras por palavras. Muitos conhecem as escrituras – porém, pelos lábios, tudo decoradinho> nada vindo do coração da alma. Isto, o vento leva e as trevas gostam, porque sabem que o homem está vazio do SER – e, com certeza, o que prevalece naquele espírito, é o poder do TER. São bem poucos, os que alcançam as palavras sagradas pelo coração. Na maioria, ainda estão brutos, insencíveis à sutileza do Espírito Santo de DEUS. Por isso, permaneceram tantos séculos, presos aqueles – “Dez Mandamentos.” Não souberam resumir em apenas duas leis – o significado dos dez. Tiveram que esperar um homem, que veria além das letras do mundo – para enxergar e aprender o que todo o tempo, esteve diante dos olhos. Mas, não tiveram o conhecimento necessário para enxergarem a luz da verdade. Não estavam prontos, como hoje – os que se dizem conhecerem as escrituras> ainda estão cegos – senão, não brigariam por causa de credos. Isto, é falta de conhecimento e sencibilidade na Lei da verdade absoluta divina. Nem todos ainda estão prontos para entrarem no Reino de DEUS! Não basta conhecer as Escrituras> pois, qualquer um pode conhecer – principalmente Satanás, que tentou à JESUS, através do conhecimento bíblico. Portanto, não devemos seguir nada ao (pé da letra) Porque, ao invés de libertar e salvar uma alma> ajudaremos o inimigo a usar as escrituras contra os próprios filhos de DEUS. Em verdade, a vida está além da vida conhecida pelo homem – somente a morte, verdadeiramemte, caminha a largos passos com o homem, preso nas teias de seu passado. Aonde a lei do mundo, o suborno compra – mas, a lei de DEUS – esta, não é enganada, nem comprada. É como disse, JESUS> quando tentaram prendê-lo, através do crime de não se pagar impostos. “Dai a Cezar, o que é de Cezar. E dai a DEUS, o que é de DEUS”  (BARTHO)

E-mais do autor (luzbartho@hotmail.com)     

            

///// SOFRIMENTO //////

Cada um carrega consigo, sua dose de sofrimento e dor.  Muitos sofrem no silêncio de seus segredos e traumas.  Conturbado, o espírito estremece aflito> como impurrado pelo vento forte, declina ou pro lado do bem ou então, pro lado do mal. Depende do estado mental daquele que está sendo tocado pelas dores do mundo. É uma questão de índole. Temperamento, instinto > e, nessa impotência da falta de equilíbrio da razão humana, sem uma estrutura espiritual, sem conhecimento da verdade da luz – geralmente, vem o grande vazio no peito, e, por mais que se tenha o conforto ou não> a causa e o efeito são iguais – pra todos. Porque, o que faz o homem perder-se de si mesmo – é o não conhecimento da verdade da alma – mesmo tendo uma religião.  E, se não tiver encontrado o conhecimento espiritual – a pessoa se desnorteia, perde o seu norte, perde o rumo, o plumo, caindo no desespero de causa. E, sem conhecer a sua verdadeira identidade como espírito, que o homem é> sem alguém para se apoiar – a mente pequena nas coisas do espírito> perde-se. Porém, se crê na LUZ – no Espírito de DEUS – sem credo raça ou cor – poderá se curar, até, mesmo com uma flor> pois, a fé no SENHOR, acende o espírito interior e o amor pelas crituras aflora e o homem se levanta. Porque, por maior que seja as dores do mundo – DEUS, ainda é o nosso Pai – e, quem caminha com Ele, esteja na religião que for ou mesmo sózinho numa imensa floresta ou deserto> não estará sózinho – porque, a LUZ, virá socorrer, segurá-lo e levantá-lo. Porque, nunca soube, que DEUS ou JESUS, tenha deixado alguém no meio do caminho. A não ser quando o homem não quer. Mas, o Pai está sempre com o filho, mesmo sendo ele desobediente. Quem ama se salva, mas, quem prefere o ódio ou a vingança ao invés do AMOR…> cabe a cada um – escolher a companhia, que deseja na caminhada na direção do SENHOR. A LUZ ou as trevas…. (Bartho)

E-mail do autor (luzbartho@hotmail.com)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s