////AMANHECER do ESPÍRITO////

                                                      A cada amanhecer, meu espírito rejubíla-se.  Porque a vida no mundo é efêmera, somente um instante, em que meu coração, mesmo sob o jugo das dores do mundo – sabe, que tudo tem o seu porquê. Não cai uma folha da árvore, sem que haja a vontade de DEUS.  Por isso, devemos sempre ter a esperança de um dia melhor. Pois, neste mundo, a vida é transitória e a cada nascer do sol, o homem dá um passo à frente, em direção da morte. Mas, tudo bem…. assim, é a vida… sinto em meu coração a saudade do Pai do céu – Sei que a morte na verdade, é apenas uma ponte, entre um mundo e outro – material e espiritual. A morte é um estado de espírito> em que o homem, por não conhecer a verdade d’alma, teme, o momento do desenlace corporal. Mas, eu não temo, porque, conheci o que está por trás da porta. Tendo a consciência livre dos dogmas e regras, que as religiões imprimem ao homem, buscando ainda os desejos do mundo. Minha mente se estabeleceu no conhecimento absoluto – tornando-me livre, sem credo, raça ou cor. No Reino dos Céus> não existe esta ou aquela religião, mas, sim, o coração puro. Em verdade, torno-me “vivo.” Aquele que possui algum conhecimento – sabe o sentido da frase, que ditei.  Assim, a cada dia, a cada passo, busco me fortalecer em espírito, para quando largar o corpo físico, esta roupa em que meu espírito, ainda está vestido> possa transcender o corpo… consciente e sabedor de como deixei o mundo – tendo a sabedoria, para passar pelo caminho da morte, sem cair nas armadilhas das trevas. Reconhecer o reto caminho da luz e chegar em casa, fortalecido e preparado> alegre e consciente no Amor de DEUS – e, quando entrar em casa, gritar, Pai, chegueiiiiii!!!! E, me atirar de joelhos ao seu colo>sentir suas mãos sobre minha cabeça… quanta saudade… Obrigado, por ter enviado teus soldados, que cumpriram bem tuas ordens – mesmo sendo eu, um fraco – me guardaram por todos os meus caminhos e me ensinaram, mostrando em teu Nome, coisas que não revelastes aos doutores da lei. Por isso, aprendi como entrar no caminho da luz, mesmo passando pelos caminhos escuros da morte. Obrigado, meu Pai do céu – eu estou aqui. Te amo, te adoro, amor de minha vida – que os teus olhos, nunca se desvie de mim.  Estou novamente em casa…pronto a te servir, e ser um estrumento de tua glória. Nunca desististe de mim – nunca fui largado pelo caminho, mesmo que o homem penssasse: “Onde está o DEUS dêle!” Porém, o pensamento humano está embotado pelas ilusões do mundo> nâo sabem o que dizem ou o que fazem. São cegos, conduzindo cegos! Portanto, deixemos o julgamento por conta de DEUS. Enquanto o homem, continuar à julgar o homem> estarão sem rumo, perdidos – nos mistérios da lei. E, submissos as ciladas das trevas! (BARTHO)

EM VERDADE> pelo princípio do conhecimento espiritual da consciência absoluta – a alma, não tem nascimento, nem morte. Pois, uma vez que existe> jamais deixará de existir. O corpo morre, mas a alma, o espírito, permanece infinitamente. A vida não começa com nascimento do homem> porque, a vida não começa no mundo, mas, na eternidade do espírito.  A ciência material, apenas conhece o movimento da materialidade, porém, é ignorante, quando inquerida sobre a lei que sustenta o espírito na carne.  Em verdade, o que mata o espírito> é quando o homem natural se emaranha nos desejos materiais – buscando no mundo as suas realizações temporárias – mergulhando no caos da matéria, se dividindo, tanto no espírito, como no mundo, que, em algum momento de seus nascimentos corpóreos, nasce no corpo de algum animal.  Na própria escritura cristã> existem muitos mistérios que permanecem “escondidos” debaixo do “tapete.” (Sabe-se, que o Imperador Bizantino Justino, em 553 D. C. baniu os ensinamentos da pré-existência da “alma” da Igreja Católica Apostólica Romana, durante essa era.) Numerosos escritos da Igreja – foram queimados, destruídos e muitos eruditos acreditaram que as referências à “reencarnação” foram purgadas das escrituras.  As seitas gnósticas, embora severamente perseguidas pela Igreja, conseguiram entretanto, manter viva a doutrina da reencarnação no Ocidente.  A verdade – que liberta, sempre foi mantida encarcerada ou maquiada pela mentira, dominante no mundo, por aqueles que possuem o domínio das “massas.”  Como se sabe: “A verdade ilumina o espírito, por este motivo, é que a “mentira,” tornou-se a verdade do mundo.”  Assim, é que, até hoje, a Igreja esconde estes ensinamentos, que se fossem revelados – muitas religiões subiriam no statos de poder, junto com a Igreja.  Diante deste fato, estes ensinamentos foram escondidos, para que o povo, não tivesse acesso a realidade da alma imortal.  Devido a tantas demandas dos homens em esconderem a verdade, que cedo ou tarde. surgirá no seio da humanidade> fez o mundo perder-se, entrando em colápso, principalmente em seus princípios naturais do conhecimento da vida.  Ficando o homem sem rumo no meio de milhares de credos. Cada qual puxando pra um lado – da existência humana. E, nesta guerra religiosa, criou-se um cabo de guerra.  Em verdade, as religiões monopolizaram seus fiéis, as suas leis e dogmas.  Por isso, o mundo entrou num permanente caos – devido a tantas mentes pequenas e confusas, no entendimento dos mistérios, entre a “vida e a morte.”  Tornaram-se presas fáceis, facilitando os doutores da leis, nas suas conquistas materias. E, a culpa não é de DEUS!  Mas, do homem, que mesmo clamando aos quatro cantos do mundo o Nome do Altíssimo – eles, em verdade, estão alí, buscando o que é do mundo> o que é da terra.   Desde que o mundo é mundo, o espírito é apenas um sonho – enquanto o mundo, a realidade ilusionista, em que o homem pisa com os pés no chão> pois, na verdade: ” É disto, que o homem gosta!” Preferem as coisas do mundo do que buscarem a verdade de suas existências!!  Então, ficam a mercê do jugo das trevas!  Em verdade, o comando da terra está nas mãos das sombras e DEUS está de braços cruzados, esperando que um filho de fé, olhe pro céu> ao invés de olhar todo o tempo para o mundo! “Ele,” está vendo a Luz encurralada> mas, quer ver, até onde a vai a fé do homem na sua essência espiritual. “Parem de ouvir os outros e ouça o seu interior!”  (BARTHO)

E-mail do autor (luzbartho@hotmail.com)


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s