/// QUANDO O ESPÍRITO MERGULHA NA CARNE ///

Existe uma grande dificuldade para o homem seguir a Lei de DEUS e no seu Reino entrar! O homem começa a sua

evolução através de diversas culturas, inerentes a cada país ou a cada povo.  Assim, eles seguem as leis, com suas crenças e suas formas de verem a vida de acordo com aquilo que seus antepassados, lhes ensinaram e deixaram, para os pais e os pais para os filhos. Sendo, que este tipo de educação, é mais respeitado, no Oriente do que no Ocidente. Onde o materialismo é mais forte, mais consciente, consistente, enquanto a espiritualidade é posta de lado> porque o poder do TER  prevalece sobre o SER.  Mesmo que no Ocidente, exista tantas religiões, e Igrejas – Vemos inclusive, que no Ocidente, o futebol, a política e a igreja, tornaram-se fortes candidatos ao poder aquisitivo> tendo um enorme crescimento, e levando como base de seus projetos, o povo humilde e sofredor.   O mais interessante, nisso tudo – é que, desde os tempos ídos, a igreja, sempre esteve na linha de frente de um país.  Ostentando o seu poder político e espiritual. E, hoje, ao invés do conhecimento divino, fazê-la simples, unificando-a mais, perante os fiéis e a DEUS.  Ela cresceu, multiplicou,se em comunidades pobres, como formigueiros. E, ao meu entender, comercializou-se.  Fragilizando-se na sua base espiritual, diante da verdade da Luz Suprema,  abrindo brechas as forças das sombras – mesmo que aparentemente, haja grandes correntes de orações e aclamações a DEUS. Porém, tudo isto, torno-se apenas uma aparência, pois, para o Reino de DEUS, realmente a essência de sua igreja, perdeu-se, pelos caminhos dos tempos, do capitalismo, política e vaidades. Pois, muitos são aqueles, que mal aprendem a conhecer o significado da Lei – abrem logo uma igreja e com ela, vem os simples de corações, deixando seus dízimos> com suas porcentagem pré-estabelecidas. Assim, a igreja, criou vários braços, muitas denominações. E, as trevas bateram palmas, porque, em verdade, existem grandes quantidades de religiões e igrejas, mas,  de pouca qualidade espiritual, aonde pode-se contar com a presença de DEUS. Ficando fácil para as sombras, alí trabalharem. Mas, existem as exceções. São elas, que ainda mantém o mundo de pé.  Deste modo, vai o homem se introduzindo, intercalando-se por entre as várias faces da verdade e do conhecimento, espalhados por entre todas as religiões e crenças – até que,  a mente do homem, possa desligar-se de tudo – e com o tempo, esvaziar-se, para unir-se ao (TODO) pois, tanto a natureza física, como a espiritual , caminham no “absoluto,” e somente assim, o homem se erguerá do finito, para mergulhar no poder – Maior de DEUS.  Onde, vive a LUZ da LUZ. É lá, que a alma, o espírito, mergulhará no infinito oceano da vida eterna!  Porque o espírito da verdade é UNO, por isso, é que ele é forte, mas, quando mergulha na carne, torna-se fraco.   Em verdade, o homem com toda a sua intelectualidade, está dividido em seus conhecimentos, suas idéas, suas crenças e no seio familiar.   Por isto, a dificuldade do homem, interpretar a Lei.  Cuja essência, está nas entrelinhas  das letras, e da má tradução dos textos bíblicos.  Mas, a soberba, a vaidade, a sua intenção, para com a realidade da vida, o torna fraco e refém de sua própria ignorância espiritual. Mas, virá o dia, se DEUS quizer e há de querer> ele aprenderá a conhecer-se a si próprio e a verdade, sem credo raça ou cor. Caminhará por entre as criaturas de DEUS e suas religiões, sem ofendê-los, mas, entendendo que DEUS, está também nelas, mesmo que seja por caminhos diferentes, mas, alí “Ele,” está presente> pois, não é porque, uma criança começou no CA>que a escola, não o aceitará na hora de entrar pra faculdade. A verdade somente alcança o ser humano, na proporção de seu conhecimento interior.  Por isto, cada qual na sua sala. E, aos poucos vão compreendendo melhor a verdade da alma.  O importante é o homem aprender o significado do ecumenismo religioso. Com certeza, sua vida no mundo terá mais êxito, e o espírito alcançará melhor  o caminho da verdade e da LUZ – que, estando com a mente mais unida no “TODO” a Lei Divina, será pelo homem compreendida, porque a Lei é ” um por todos e todos por um” Prevalece sempre a (UNIDADE) do Pai, do Filho e Espírito Santo – a trindade em um só DEUS!  ( ISTO É O ESPÍRITO, A LUZ E A VIDA ) O homem, gosta do masoquismo> por isto, ele reluta a entrar no conhecimento absoluto. E, encontrar-se com a “UNIDADE.”  O desejo das coisas do mundo, atrai demais o homem, assim, como o fogo, a luz, atrai a maripôsa – levando-a à morte!     (BARTHO)

(Parte1) O HOMEM>  em sua maioria ligado ao “sistema,” mas, desligado do conhecimento do espírito, da alma, da mente, da luz, que permeia todo um universo, todas as criaturas criadas por DEUS – ignorando estes conhecimentos, como eu sempre digo: ” Negando as suas próprias essências espirituais” caminha no mundo apenas sob a orientação das letras. Sem ao menos perceber que a cada sol nascente, o homem se aproxima da morte física – do despertar de seu sonho terreno, para finalmente se vê, em seu verdadeiro mundo> “O ESPIRITUAL) A realidade, a verdade da alma.  Assim disse, JESUS:  “…aproveite em quanto estás no mundo e faze as pazes com o teu inimigo. Depois, será tarde”  O momento de aprender e crescer em espírito é agora.  Não deixe o mundo pegar você. Mesmo tendo nascido no mundo o seu verdadeiro nascedouro, é a vida eterna. Viva no mundo, mas, não se deixe misturar com as coisas do mundo.  Porque, em verdade, o homem precisa alcançar a sua essência divina, a sua verdadeira identidade como espírito. Comhecer as leis que regem as energias sutis, vitais e latentes em todos os sêres. Entender os mecanismos que envolvem os processos da telepatia, premonição, da oração e de outras qualidades enerentes ao espírito.  Vamos buscar a nossa força espiritual, nesse instante, dormente, mas latente no âmago de nosso espírito – busquemos então a nossa força “inata.” Vamos sair do plano físico, para conhecer as maravilhosas dimensões sutis da alma.  Para que, no momento de nosso desenlace – não venhamos cair no pesado mundo do “OMBRAL” (BARTHO)

Pintura em tela “Inocência” ( Artista plástico / Bartho )

(PARTE 2)  O HOMEM> Ainda há tempo, pouco tempo, mas, se buscarmos verdadeiramente a luz interior, latente em nosso SER – com certeza, imergiremos à claridade da luz – saindo, então, da obscuridade de nossas ignorâncias materiais,  nossos valores redículos, que o mundo nos oferece. E, vendo, a espiritualidade como uma simples utopia.  Por isso, a todo instante, eu ‘bato,’ forte, às porta de suas almas.  Para comentar o mesmo assunto – porque, não sei viver no “silêncio,” mesmo estando na (escuridão do mundo)  ” Sou da luz, nasci na luz, pedi licença à luz, pra tudo isto eu dizer, porque com ela, também me crei e pra ela voltarei”  Mesmo sendo (redundante) para os intelectuais deste mundo – faço aquilo que acredito, pela fé e pelo conhecimento – mesmo não sendo o melhor entre todos. Apenas tento, enquanto estou no mundo, mostrar tudo o que a LUZ me ensinou e falou> Em fim: “Estou procurando falar de um conhecimento, de uma verdade complexa aos conhecimentos dos homens, embotados por um materialismo forte de cada cultura”> mas, que, na verdade, juntando todas as culturas e seus ensinamentos. No final de todas as somas disso tudo – o total será “UM” Quer dizer: “mediante todas as brigas religiosas, existentes no mundo entre os homens, tudo será resumido num só connhecimento – numa só luz> e o homem verá que brigou por nada- porque, somos uma famílha e o pai é DEUS! E, um verdadeiro pai, ama a todos os filhos, sem exceções” Assim, no meio de todas estas desordens de conhecimentos religiosos – vem a luz, sem credo, raça ou cor, “gira, gira, gira, em torno da porta do coração humano, mas, não consegue entrar” porque seus corações estão endurecidos e suas mentes fechadas ao verdadeiro conhecimento sutil da espiritualidade, da luz, que procura salvar o homem do seu pior de todos os seus inimigos. “ELE MESMO”)     (BARTHO)

O MEDO>   ele é proviniente daquilo que não se conhece – então vem o temor.  A partir daí, a insegurânça interior e todos os tipos de medos.  Pois, o medo em verdade, faz parte da existência da humanidade.   Quanto mais a mente é “fraca.”  mais insegura e medrosa se torna a criatura – porque, em geral, não se tem o conhecimento do poder do espírito na carne.  Tudo na vida é proviniente de um conhecimento interior.  E quem for mais consciente desta força – mesmo que inconscientemente, o homem não alcanse essa energia, o seu EU, enviará a mente, a confiança e a intuição para sua batalha travar.  Podendo o homem, tornar-se um guerreiro – aonde, as guerrilhas da vida são como um insentivo, para aquela mente, cuja intuição se fêz presente, dentro do SER, arremetendo-o a grandes conquistas.  Onde, o medo alí não faz morada – porque, mesmo estando na ignorância do conhecimento da alma, o inconsciente ultrapassou o consciente, o espírito suplantou a matéria e a coragem se tornou latente, ante, todos os obstáculos que a vida proporciona ao homem.  Em verdade, a falta de fé, tira a estabilidade emocional do homem. A mente, é subjugada, paralizada, ficando na inércia de uma ação, no momento de um grande susto ou algo imaginário.  As vêzes, vemos um homem que não crê em DEUS, é ateu. Mas, possui um espírito cuja palavra, obra e ação, agradam à DEUS. É um espírito forte e consciente naquilo que almeja.  O medo, está distante de sua mente material – ela é segura naquilo que faz e tem a coragem, para enfrentar o sobe e desce da vida.  Porque na verdade, “O PODER ESTÁ NO ESPÍRITO”  no SER. Por isso, disse JESUS: “O ESPÍRITO É FORTE, MAS, A CARNE É FRACA”  o espírito somente é fraco, quando ainda não aprendemos a conhecer a  propria essência, e o nosso valor interior. Isto faz toda a diferênça, diante das dores do mundo.  O MEDO, é proviniente da fraqueza interior e mental. A mente, consciente e absorta nas coisas do mundo, se deixa dominar pelo medo do desconhecido – daquilo que está atrás da porta. Então  o homem vasila, perdendo o seu eixo, seu ponto de equilíbrio emocional.  Porém, temos no verdadeiro amor, amplo e irrestrito – a grande armadura, que nos ampara do medo do mundo.  Em verdade, todas as emoções humanas, estão relacionadas com a situação do espírito na carne. Tudo depende de como o homem reage a visão dos problemas da vida. Porque, a vida é apenas um sopro – enquanto o espírito é eternidade.   A ciência, desde os primórdios, explicam os fatos da vida,  pela razão, lógica e experiências ditadas pelas letras> mas, toda palavra, obra e ação humana, está vinculada ao espírito, que se veste de um corpo de carne, osso e sangue. Se  o espírito não estiver sob o domínio da matéria,  subjugado as vicissitudes do mundo – com certeza o homem estará sob o efeito do MEDO. Enquanto o homem, não se conhecer a si próprio – a luz que alimenta o espírito e a vida de onde nasceu o espírito > o homem temerá as trevas no mundo e o  medo estará sempre presente em sua vida – porque tudo depende do poder interior do humano – no conhecimento de sua própria LUZ.  (BARTHO)

Pintura em tela “São Jorge” (Artista plástico / Bartho)

ESTOU VELHO DEMAIS PARA MUDAR> ditado antigo – se vê, o quanto o homem desconhece a sua própria natureza, e a falta de conhecimento do seu EU, do SER, do poder interior – mas, devido a cultura de um povo e a maneira de como é criado o ocidental – o homem não se apercebe, que, na natureza nada se estabelece na inércia> tudo no universo está sempre em mutação, numa constante mudança. Nada escapa a esta regra – Porém, o homem, crê nesse ditado tão arcaico > “ESTOU VELHO PARA MUDAR” Mesmo que ele acredite nisso – a vontade não é dêle, mas sim, de seu próprio interior, que o fará mudar, transformar-se – mesmo que não seja necessáriamente, hoje, mas, amanhã – com certeza. Porque é a Lei, que rege todo o universo e as suas criaturas, esteja onde estiverem  visível ou invisível> onde, nem mesmo os micro – organismos, escapam dessa transformação, metamorfose.  A mundança faz parte dos mistérios da criação. O espírito vive constantemente numa eterna transição. Por isso, acredite, por pior que seja a criatura, virá o dia em que ela sofrerá a transformação. Alcançando o conhecimento Maior.  Porque isto, é a misericórdia Divina.  (BARTHO)

O MUNDO POR NATUREZA É IMEDIATISTA> Não sabendo esperar. E, as vêzes, cobrando do próximo aquilo que não devia cobrar. Porque o seu telhado, também é de vidro. Nem mesmo JESUS, julgou, nem condenou – Madalena – preferindo dizer: “Nem tão pouco eu te condeno.” Portanto, este é o melhor conselho> porque somos muito fraco em nossas palavras, obras e ações. O importante na caminhada pela vida, é estarmos prontos, para levantar os caídos pela beira do caminho, mas,  não esperarmos agradecimentos – porque, isto faz parte de nossa caminhada pelo mundo. Se formos esperar agradecimentos, ficaremos decepcionados, pois, podemos ajudar “MIL” mas, somente  “UM” virá nos agradecer. E, olhe lá! O importante na vida do homem> é o entendimento de quê, a maior de todas as recompensas – é quando, o epírito desperta na carne, sobe à tona da ignorância e vè o conhecimento da verdade, fluir, nos mostrado um novo horizonte> onde, nascemos verdadeiramente para a vida eterna! Onde, a eternidade é o limite do espírito, para que ele, possa continuar a navegar nos velados mistérios DIVINOS –  Sem credo, raça ou cor> é quando se atinge o verdadeiro conhecimento, libertando-se, e tornando-se “UNO,” onde as religiões, desaparecerão e o espírito, passará a viver em DEUS. (BARTHO)

TRABALHO> muito importante na vida do homem – se assim, não fôsse, o mundo ainda estaria no seu caos inicial.  Porém, chega a um tempo, que o homem é levado a conhecer a sua natureza interna, a sua essência, onde, seu amadurecimento o transforma, e o faz compreender que o seu tempo como trabalhador, tem um propósito – o de melhorar a vida material humana. Dando ao homem, o conhecimento da ciência, indústria, educação e saúde> Após, esses períodos de interêsses materiais transitórios. Ele sente a necessidade de preencher a lacuna, o vazio existêncial, tão comum ao homem  de hoje.  Conhecer novos horizontes, cujo conhecimento, não faz parte do mundo, mas, da alma.  Assim, ele mergulha num oceano, ainda desconhecido, mas, que o deixa, forte interiormente – sentindo o espírito fortalecido e senhor de seus passos.   Levando-o a verdades mais profundas do seu EU. Então, o homem entra no caminho secreto da LUZ, que o conduzirá de volta pro Reino de DEUS.  Mas, o mundo, continuará com a sua VIDINHA normal, do dia-a-dia.   Mas, para o “escolhido,” nasce um novo mundo, mesmo ainda, estando no mundo – seu espírito, estará de pé e vivendo, sem credo, raça ou cor > o homem, passa a entender, compreender e a visualizar de maneira bem diferente, o sentido do (TODO) – e do mundo material, suas palavras, obras e ações. E, sem julgar o seu próximo> porque, cada um “É, o que é” e somente o tempo, pode mudar a personalidade de um indivíduo e de sua mente, ainda pequena para o entendimento da luz divina. De enxergar a “VIDA COMO ELA É”  e os mistérios, que permeiam o universo de DEUS > enfim, o ESPÍRITO, vence suas guerrilhas, batalhas travadas no mundo e na carne.  (BARTHO)

O PENSAR HUMANO> É muito interessante o pensar de um povo, de uma humanidade, principalmemte dos que se acham doutores da lei. Porque são eles incapazes de trabalharem com a lei de DEUS, sem o uso – das segundas intensões – levados por interêsses pessoais ou então, políticos> pois, desde os primórdios dos tempos, como eu sempre digo – estes homens de mais conhecimentos, ao invés de agregar uma comunidade na união de um “todo” – eles se tornam alpinistas ao poder, sem que, na verdade estejam simplesmente desejando de coração – ajudar o seu próximo. Isto, já é muito antigo, deste lá de-trás – quando as armas eram ainda, tacapes, lanças e flexas. Usavam o Nome de DEUS, para alcançarem os seus objetivos  mais pessoais do que espirituais. E, aqueles que tinham no coração a honestidade para ajudar a um povo, eram mortos, porque, não faziam parte do jogo, e ainda por cima,  tinham DEUS, como sua base de vida. Isto, era demais para a visão arcaica e perversa, daqueles que eram os senhores no comando. O mundo sempre foi manipulado por homens, frios e sem DEUS, no coração. Apenas desejando o bem estar de seus familiares. Enquanto os demais, serviam apenas como trampolim de seus desejos materiais. E, até hoje, este povo humilde, continua  não enxergando as entrelinhas, em que os doutores da lei trabalham, expondo a lei de DEUS, como foco> para seduzirem, aqueles de pouco conhecimento, em busca por um prato de comida.  (BARTHO)

OS ÍDOLOS> E, diante de tantas divisões religiosas, tantos pretestos, utilizando como armas, os próprios textos bíblicos – cujas interpretações, são ditadas de acordo com o interesses que cada religião tem, para que consigam maiores quantidades de fiéis – infelizmente, O NOME DE DEUS> virou comércio. Assim, as igrejas e outras crenças, entram num combate corpo a corpo. Falando hepotéticamente. A hipocresia e a demagogia são suas armas e os templos,  o campo dessa reenhida batalha.  Assim, os doutores da lei, utilizarem estes textos de acordo com seus interesses.  Aonde, as imagens e ídolos, é o ítem, mais utilizado entre os “cristão”, têrmo inclusive, usado de maneira  errada, pois, (cristão) é todo aquele, que crê em JESUS, sem que necessáriamente pertença “ela” à algum  seguimento religioso> Isto, já é a uma interpretação “colocada”  pelos doutores da lei.   Mas, existem as exceções, que tentam  mostrar a união – mais ainda é uma pequena quantidade.  Então, vem DEUS, a Moisés, e manda-o  que ele faça uma Arca da Aliança e na tampa, “propiciatório,” ponha duas esculturas de dois querubins de ouro batido de aproximadamente 50 cm de altura.Um voltado para o outro, com suas asas estendidas por cima, cobrindo o propiciatório.    Tendo DEUS, também ordenado a Salomão a construção de um Templo, para que “Ele,” o Senhor do céu, guardasse a Arca da Aliança>   mandou esculpir na parede, os mesmos querubins, postos  sobre o propiciatório da Arca – com dois metros de altura e de pé, voltados para o lugar Santo. Onde, Salomão encrustou nos olhos, pedras preciosas > esmeraldas.   E, no deserto, DEUS, vendo que estavam morrendo muitas pessoas, picadas por víboras> ordenou a Moisés, que esculpisse uma (serpente de bronze)  e a amarrasse na ponta de uma vara – e, quando alguém fôsse picado, levantassem a vara com a serpente de bronze e fizesse a pessoa mordida, “olhar para o alto da vara  fitando a serpente,  ficando então, ela “curada.”  Portanto, DEUS deu inúmeras provas, que não é contra esculturas ou imagem,  desde que, elas estejam consagradas ao seu Espírito  Santo!   Agora, esta contenda dos evangélicos não aceitarem os ídolos e as imagens, é um direito deles – faz parte da ignorância humana, em não aceitar a verdade, preferindo continuar com a mentira, pois, querem eles continuar diferenciando – a Igreja Católica e a Igreja Evangélica – Mas, a verdade é QUE DEUS> INCLUIU  EM SEUS  FUNDAMENTOS ( ESCULTURAS) na Arca da Aliança!  (BARTHO)

SOFRIMENTO e DOR> Desde o princípio dos tempos – (luz e sombra) travam uma eterna contenda campal. Tanto no mundo visível quanto no mundo invisível.  É uma guerrilha constante entre as forças sagradas do bem e as forças ocultas das trevas.  Cujo exército, cresceu, enquanto a luz retraíu-se, porque, a maioria dos homens seguem e ouve, muito mais o que está errado, do que, o que está certo> preferindo a mentira, do que a claridade  da  verdade. Com isso,  o negativo está sempre a um passo à frente da luz> porque a humanida faz muito mais o jogo das trevas do que a sinceridade da luz.  O espírito humano, em sua essência, tenta subir à superfície do corpo, mas, é logo tragado pela força dos desejos materiais. A consciência divina – por sua sutilidade, não consegue ser ouvida pelos corações embrutecidos pela vivência  no mundo material.  E nesta batalha diária no interior do humano, a sombra, o negativo,  dificulta a ascenção do homem, as ordens divinas.   A mente do homem, perdida de seu foco, de sua meta – que é a conscientização da personalidade de DEUS – espera pelo bom senso.   Pois, infelizmente a humanidade oscila em seus padrões morais e espirituais.  Onde os sentimentos pendem para o lado errado da vida – contaminado, por maus pensamentos,  ódio, rancor, inveja, ciúme, segundas intenções… enfim,  pensamentos aproveitáveis somente pelo “negativo,” porque o “positivo,” não se compraz com este tipo de pensar.  Assim, o homem segue na vida, como ele gosta e sente prazer. O de viver escravizado  pelo TER, digo: materialismo, capitalismo, comsumismo e o jogo do poder. É nisso, que a humanidade crê – é sentir seus pés no chão> enquanto o espírito, sabe, que o mundo é apenas um momento – mas, o homem, prefere acreditar que sua felicidade e alegria. ainda é a terra – assim, o “negativo” entra em todos os lugares, levados pelo pensamento materialista do homem, preferindo ter consigo o TER do que o SER > isto é um fato, existente em todas as camadas sociais e religiosas da nossa humanidade, onde as sombras, (deitam e rolam) pois, não encontram no homem barreiras, que os impessam de entrarem, aqui ou acolá> porque o pensamento hipócrita e a demagogia – faz “a ponte, para as trevas passarem com todas as suas legiões”   Portanto,  o homem fortalece seu corpo, dando a ele o sustento necessário – mas, quem de fato comanda o corpo, não está sendo alimentado, não tem os mesmos previlégios, ficando o espírito fragilizado e fácil de ser manipulado pelo negativo>que atualmente comanda o mundo, a humanidade.  A verdadeira vida, ultrapassa qualquer entendimento intelectual ou  medido pela razão – porque ela não faz parte da vida do mundo.  Em verdade – somos espíritos manifestados, vestidos com um corpo de carne, osso e sangue.  Então, vamos permitir que o nosso pensamento seja de luz, para que as sombras, ao se aproximarem, não encontrem lugar para se esconder e o espírito possa trancender a matéria e vença o constante ataque das trevas> por pior que seja a pressão do mundo, do sofrimento e da dor – nós, somos filhos de DEUS, filhos da LUZ, somos guerreiros. Por isto, não vamos cair diante das ciladas das trevas, porque na verdade, não cai uma folha de uma árvore, que não seja por ordem de DEUS> nada advém ao homem sem merecimento – não somos inocentes, e o negativo sabe disto, e através da brecha que abrimos em nossas vidas – devido aos nossos “pecados” – mesmo que possamos pensar ser inocente – podemos ser atingidos como também podemos desviar a trajetória do karma> aí, depente da fé, da busca de um conhecimento mais consciente da verdade da alma – depende da maneira de como buscar o reino de DEUS, dentro de nós.  Deus, não abandona ninguém – nós é que nos afastamos do Senhor, por desejar os valores do mundo.  Somos da LUZ > e nisso se resume a nossa vida, a nossa existência, a nossa garra, força de vontade, atitude para vencer os desafios e sempre partir pra luta, sem medo, mas, carregando dentro de nós, a fé em nosso Pai  maior – porque, se estivermos unidos na unidade divina e em todas as criaturas de DEUS, derrotaremos as trevas, e venceremos a morte!   (BARTHO)

A SOMBRA>  existe, porque ela vem do que é material.  Assim, também é o mundo, uma sombra da realidade espiritual – ou, o espelho que reflete os movimentos do outro lado da vida.   Aqui neste mundo, nada se cria – “tudo se copia.”    Mesmo que aparentemente o progresso siga uma linha ditada pela ciência humana> Tudo é relacionado, criado, dirigido e mantido, por uma vontade ‘Maior’. Pois, não cai uma folha de uma árvore, que não seja por vontade de DEUS.  Mesmo que o homem não aceite o que os olhos não vêem ou suas mãos não toquem.   Quando na verdade, todo o universo está vinculado a um equilíbrio invisível aos olhos humanos.  Tudo tem um tempo, tem um preço. E, o tempo, que comanda os movimentos do infinito universo, é o “tempo de DEUS.”  Porque, tudo no homem é limitado – enquanto o comando de DEUS, sobre suas criaturas, desde o visível ao invisível, é infinito, eterno, muito além da razão e da lógica humana.   Quando a ciência está próximo de descobrir  um remédio, que possa ajudar a humanidade. Eis, que o cientista esbarra em seus minuciosos cálculos matemáticos – e, por uma pequenina operação matemática, não acontece a descoberta, ficando então, os cálculos guardados, até hora-  em que o cientista desperte com a intuíção de como fazer aquela operação dar resultado. As vêzes leva anos.  Mesmo que o homem acredite ser o controlador do progresso da humanidade – tudo somente acontece ao seu tempo> tempo este, dado por DEUS, não ditado ou direcionado pelo homem.   A humanidade vive num sistema de méra ilusão. Onde tem que aprender a conviver com o próximo e a resolver os problemas, sem que a sociedade seja agredita ou a natureza ferida.  O mundo é semelhante a uma (prisão)  Aqueles que se encontram presos, esperam desesperadamente pela liberdade. Após, cumprirem a dívida com a sociedade – poderão voltar pra casa e abraçar novamente os seus familiares. Desde que não voltem a errar. ( isto,  é a lei)   tendo aprendido a cumprir com a lei dos homens – e respeitar os direitos do próximo, os então, prisioneiros, agora, tornam-se livres, por direito.   Isto, é a sombra da LUZ de DEUS> Onde, o homem somente será libertado da carne, após, se render ao espírito de DEUS e sua Lei, que é justa – impossado do conhecimento do espírito sobre a carne, o homem, mesmo no mundo, aprende a ter a consciência de sua identidade como alma e espírito.  Tornando-se livre dos grilhões deste mundo ilusório.    (BARTHO)

PEDRO DE VERONA> muito triste, disse aos pés da imagem de JESUS crucificado:   – Meu Jesus, ignoras que sou inocente?  Porque me deixas sofrer tanto?  Porque não defendes a minha inocência?  Sabes, que nada fiz … e JESUS, então falou:   –  Que mal fizera eu, Pedro, quando me pregaram na cruz?   –  Não desanimes, aprenda de mim, a paciência nos teus sofrimentos, que não se comparam com os meus!!!       ” NO MUNDO PASSAIS POR AFLIÇÕES< MAS TENDE BOM ÂNIMO – EU VENCI O MUNDO!!!”  (JESUS)

Pintura em tela “Indios em instição” (Artista plástico / Bartho

(Primeira parte) O PLANETA  EM  PERIGO> indo um pouco mais fundo, e seguindo o texto a cima > se formos analizar friamente os fatos que atualmente estão acontecendo em nosso planeta. Veremos que a maior causa, provém da própria humanidade.   O homem quer de qualquer maneira “subir ao poder.” O materialismo é uma constante em todas as culturas, sendo a ocidental a mais feroz.   E, nessa engrenagem, leva o espírito a um estágio mais grosseiro em sua essência – quando deveria tornar-se mais sutil. Principalmente com o passar dos séculos, aonde o progresso tanto prosperou. Dando a humanidade melhores condições de viverem. Inclusive, aumentando o tempo de vida. E, nesse tempo, a mente espiritual recuou, ante a força brutal da mente material,
buscando mais os prazeres do mundo.   E, como citado no texto acima: “As Igrejas e religiões expandiram-se e grandes templos religiosos foram construidos – mas, com pouca qualidade no conhecimento da verdade real da alma.   Então, a espiritualidade ao invés de  evoluir> involuiu, em seus princípios básicos fundamentais da lei e no conhecimento do próximo.   Abrindo-se com isso, brechas, por onde passam, vindos dos planos baixos – forças negativas, que vão tomando as forças da terra, e do homem, sem que haja defesa espiritual. Uma barreira, que possa travar, fazer-se presente ou amedrontar os inimigos de DEUS
As igrejas, religiões, crenças,  por não estarem dentro de um respeito mútuo, num ecumenismo, onde a “UNIDADE” podesse atuar – pois, levados pelo medo de perderem seus fiéis, (uma para as outras) – porque no fundo sabem que o DEUS é o mesmo, apenas o modo do ensinamento é que muda, de acordo com a cultura de um povo ou do conhecimento de cada pessoa na compreenção de cada coração.  Então, como nisso tudo, o egoísmo, a vaidade, o ciúme e o desejo do poder de bens materiais – incluindo a hipocresia e a demagogia – A RELIGIOSIDADE, perde-se pelos caminhos das trevas> Onde, JESUS, naquela época, já tinha visto todas estas coisas.  Quando falou aos doutores da lei: ” Raça de víboras e de hipócritas…”     Enfim, não é atoa, que o mundo, o planeta, está mergulhado nesse vendaval de pura violência e barbárie.  Hoje em dia, o homem luta mais pelo seu bem-estar material do que o espiritual.  Podemos notar claramente o mundo todo dividido em várias religiões, mas, sem que haja o amor, o perdão e a vontade de mudar para melhor.  Portanto, as trevas a cada dia avançam e inundam as mentes entorpecidas dos homens, impondo-lhes suas idéias do mal sobre o bom senso de toda humanidade.  E, DEUS, apenas olha, querendo ver, até quando, vai o homem na sua ganância, hipocresia e demagogia, pelas coisas do mundo> ludibriando os humildes, enquanto eles vivem confortávelmente em suas ótimas casas.   Assim, o mundo estremesse, como um grande dinosauro ferido –  e quando ele cair, poucos escaparão devido o grande impácto.  É uma questão de tempo, que não está longe, porque, as trevas com seu exército negro, como um prato de “mingau,” vem comendo pelas beiradas, sem que ninguém perceba, pois, quem deveriam estar prestando à atenção, para deter estes sêres trevosos – estão contabilizando suas contas financeiras e com suas brigas religiosas, que não estão levando eles a lugar nenhum da casa do Pai.   Porque suas mentes,  mesmo clamando por DEUS – são materiais, porque a mente espiritual está dormindo – enquanto o inimigo está bem acordado e avançando contra a humanidade, sem defeza, perdida, conhecendo a única verdade para o pouco entendimento, do que seja a vida – o medo da (MORTE)   (BARTHO)

E-mail do autor (luzbartho@hotmail.com)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s