/// CONSTANTINO (Imperador Romano) e o Novo Testamento ///

(PARTE I)  NO ANO de 325> depois, de CRISTO. O Imperador Constantino – compilou as principais tendência religiosas – fazendo nascer então, o cristianismo, como hoje o conhecemos.  Isto, aconteceu a partir do Concílio Ecumênico em Nicéia.  Constantino escolheu os textos, mais simples, para compor o Novo Testamento> Os de (Lucas, Mateus, João e Marcos) ficando de fora, pelo menos, sessenta “evangelhos cristãos.” Principalmente, os de (Tomé, Felipe, Pedro e Madalena) Eram os mais “perigosos” em função de comentários sobre as “intimidades” do (grupo de JESUS) detalhando como era a vida do (Mestre) e colocava – inclusive – JESUS (bem próximo do homem) Além, (Dele) ter se submetido a (circuncisão) E, estes textos, ainda traziam, informações – sobre o (autoconhecimento de Madalena) que mostrava um grande conhecimento sobre as Leis do Céu! Onde, O Mestre JESUS> se entusiasmava, ao ver aquela mulher com tamanha visão do Espírito de DEUS…enquanto os outros apóstolos, não tinham os mesmos êxitos em alcançar tais conhecimentos com a mesma clareza e intensidade, que, Madalena! JESUS, então, dava aquela mulher, muito mais ensinamentos e (Atenção) Por isso, foi tudo, queimado e outros documentos, (escondidos) pra nunca chegar as mãos do povo! Hoje, temos uma Escritura, que deixa muito a desejar….devido a tantos (hiatos) encontrados em vários textos!  Constantino, então, trabalhou sobre os Evangelhos, compilando as principais vertentes religiosas da época>uniria, então – o “Império Romano,” que estava decadente, dividido. E, seu poder imperial, à perigo.  E os cristãos, estavam ali. Cresciam na fé em Cristo. Daí, o interesse em compilar os evangelhos  – manipulando seus textos, segundo, o que fosse melhor para sua trajetória política. Constantino na verdade> controlou a Bíblia – E, como “pagão,” somente se tornou (cristão) no leito de MORTE.   Assim, a nossa escritura, nasceu sem a respeitabilidade que deveria ter – um “Texto Sagrado” E, muitos dos evangelhos, foram destruídos, por se “opor,” a maneira como queriam os doutores da lei, implantar – as bases do Cristianismo. O decreto-lei gelaciano> assinado pelo Papa Gelácio, falecido em 496 – continha uma lista de sessenta livros apócrifos, que deveriam ser evitados a todo custo pelos cristãos – a ponto de se exporem à prisão, por heresia> pois, fugiam dos interesses pessoais da Igreja da época.   Nestes apócrifos, continham  as “verdades” que não poderiam chegar aos olhos do povo. Pois, a verdade os libertaria do jugo daqueles que preferiam eles (cego) A realidade espiritual – não poderia despertar naqueles homens, a consciência divina. Por isso, mataram também a JESUS, que tentou mostrar ao povo, o que estava além da lei mosaica. E, todo o conhecimento, que foge ao texto manipulado – pois, ensina o que está além das letras> alcançando o espírito> é logo tido, como sendo, coisas do “diabo.”  Ele é a arma do ignorante – que tenta manter a verdade escondida, sob as vestes da MENTIRA. E, como a nossa história tem mentiras. Tudo em benefício do jogo do poder materialista, e das ambições em que a humanidade mergulha, caindo refém dos subornos. Enquanto a VERDADE, é jogada pra baixo do tapete, aonde, a hipocrisia e a demagogia, predomina no meio dos doutores da lei.  Isto é a lei do mundo – quem se opõe a ela – termina igual a todos aqueles que tentaram, um dia – indicar um melhor caminho ao homem de boa vontade.


Em verdade, a Igreja começou errada desde o princípio – por isso, ao invés de uma única Igreja>para um único DEUS –  Como um polvo – com seus enormes tentáculos – surgiram das profundezas obscuras da ambição humana – várias  denominações, brigando entre si – hipocritamente. Assim, vemos, o quanto está o homem  perdido nas interpretações da Lei. Pois, os interesses pessoais, continuam a falar alto no interior do ser do homem.  Ficando estes homens, estes doutores da lei> mais ricos e o povo, mais pobre!!!!

#Então> se vê, o quanto o (homem ocidental) – usou de seus interesses, na hora de traduzir e retraduzir textos (Originais, sagrados) Muitos eram autores anônimos – que, segundos a forma de interpretar a lei e os textos ….fez na verdade> que, a (história verdadeira se perdesse, nas entrelinhas destas traduções)  Em verdade, estes tradutores, muitas vezes, encontravam – nos “originais” textos, sem (final…) e aproveitam para escrever, suas ideias – religiosas….e, nessa confusão – somos obrigados a conviver, com (inverdades) e nada se pode fazer….porque, as Mentiras, já vem de (geração a geração) agora, nada mais se pode fazer…(somente esperar…o final dos tempos) porque, o brincou com as verdades de DEUS> por isso, é com (Ele) que a Igreja> irá dialogar….o porquê….Então, Jerusalém, palestina…todos vivem numa contínua guerra religiosa….’já é o princípio de tudo’…pois, não existe PAZ..onde, usaram do Nome de DEUS> pra enganar o povo, que, hoje vive – na mentira de sua Lei….  Por isso, JESUS, foi Explicito ao dizer> “Meu Reino não é desse mundo!”  Porque, esse mundo, quem comanda é a (MENTIRA)…onde, nem mesmo uma Escritura, foi respeitada…e, de todas as outras existentes nas outras partes do Mundo> é a Ocidental, a mais manipulada….DEUS, não é o senhor da mentira!!!!  (ELE) é o DEUS da VERDADE!!!!   O MUNDO, é caos, guerra, dor, sofrimento e MORTE!  Pois, a (mentira) mora com o homem!!!!

#O poder da Igreja, nos princípios dos Tempos> deu origens, a várias interpretações, pois, deveriam ser tudo feito de acordo com sua (autoridade e interesses políticos) ela, dava a última (ordem) nas traduções….sem o menor respeito ou receio, pelo (poder de DEUS, sobre os homens)

#Por este motivo….a Bíblia, é muito “questionada” devido as más, (interpretações de seus textos – porque, nem tudo foi descrito, como era no tempo dos cristãos!)   Daí, se originando – várias bíblias – e várias ‘denominações’  Aonde, muitos textos, foram “acrescentados e eliminados” sem respeito, nem pudor!

(PARTE II)  DESDE O SÉCULO IV – Constantino – começa a definir sua meta e estratégica política – através da escolha dos evangelhos – manuciada por mais de 40 homens> sem nenhuma autorização divina. O ocidental não possui a conscientização da respeitabilidade interior do espírito. Pois, a nossa cultura, é puramente materialista. Por isso, a nossa Escritura nunca foi devidamente respeitada em sua essência, como ensinamento divino. Mas, sim, por vontade dos próprios homens comuns. Como já citei na matéria acima.  Constantino, preparou  junto com aqueles, que, também haviam se unido ao esquema – os “dogmas” e as regras do sistema.  No Concílio de Nicéia, realizado em 325> no decorrer dos séculos, foram sendo criados e reafirmados o controle, para encobrir a verdade, com o manto da mentira.   Para melhor controlar o povo humilde,  fazê-lo obedecer, através do medo – pois, a partir dali – a Igreja romana, começaria a perseguir, com mais vigor e afinco, aqueles que fugiam a ditadura eclesiástica. A Igreja, através dos dogmas > tentava de todas as maneiras, interferir nas mentes daquele povo simples, mantê-los, sob total domínio – aumentando o seu poder de influência e de riqueza. Para isto, não permitiram que aquele gente, tivessem outras crenças ou lessem livros, que não fossem permitido pela Igreja, que a cada tempo, se tornava mais rígida e arbitrária as leis – a verdade de DEUS> que não tem credo, raça ou cor. Mas, o homem – parece não temer a lei do Senhor – porque, as Igrejas até hoje, continuam a usar este Nome Sagrado, para fazerem comércios> a religião tornou-se, um grande mercado, pondo, como ponto de partida, a própria Bíblia Sagrada – que pra mim, perdeu o “selo da verdade”> pois, desde o seu nascimento, foi usada – com segundas intenções – com algumas exceções.  Por isso,  que a Inquisição, eclodiu – matando muitos, em Nome de DEUS.  

#Então, vemos a humanidade, mais uma vez – como se fosse a (TORRE DE BABEL) cada qual – puxando pra um lado – cada homem pensando diferente, cada país, falando uma língua e todos os homens, seguindo religiões, diferentes!   Isso, significa> o quanto está ainda o homem, distante de sua própria (origem) espiritual….  Dividido, perdido de si mesmo – e sem entender, que o (corpo físico) é somente uma vestimenta, onde o Espírito se veste, para poder caminhar perante os olhos do homem)

#Em fim….as Bíblias cristãs – ocidentais – não são iguais > cada uma reza, segundo a Igreja, na qual ela foi ‘escrita’!   Todo o comando está no poder capitalista!!!!    E, as verdades de DEUS, não estão, nas verdades das várias interpretações, Bíblicas!!!!!!!

#Cada Bíblia tem sua história> e, cabe ao homem. usar de seu poder (interior) para separar o trigo do joio – Porque, DEUS> deu ao homem o conhecimento do SER – para justamente, nas horas das provas, pudesse (ele) enxergar a “Mentira, disfarçada com a face da verdade!!”   (BARTHO)

E-mail do autor (luzbartho@hotmail.com)

(meublog/bartho)  (minutosdeconhecimento/bartho)  (poderdoser/bartho)

Uma resposta para /// CONSTANTINO (Imperador Romano) e o Novo Testamento ///

  1. Embora concorde com a influência de Constantino na compilação da Bíblia atual, há neste texto uma imprecisão de data que me perturba. O presente texto inicia com a data de 357. Gostaria que levasse em consideração que Constantino morreu em maio de 337. Também não houve um Tratado de Niceia, mas um Concílio Ecumênico em Niceia, no ano de 325.
    Apenas para que se estabeleçam os fatos históricos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s