///A MORTE///

                A morte, somente toca naquele que anda com ela. Mas, aquele que está na VIDA – vence a MORTE!

4vgws28

O homem teme a MORTE> porque, crê no mundo. Mas, aquele que alcança o conhecimento do espírito – além das dimensões da crosta terrestre> além das dimensões das estrelas do céu – “VIVE” – porque, a VIDA – não está limitada a materialidade do mundo> não se subjugou à MORTE> a VIDA é o Poder da Glória de DEUS> no homem, que, aprendendo a andar em espírito – mergulhou no Oceano Divino – se banhou de Luz e no seu brilho – venceu a escuridão do “Túmulo”  venceu a MORTE!

A MORTE> é a falta de conhecimento na verdade da vida.  E, enquanto a humanidade estiver sob o domínio da ilusão – Maya, ele permanecerá no poder e no medo da morte.  Por isso, quando o homem pensa estar na vida, e, no comando de suas ações – ele está completamente enganado. Por mais que o homem pense ser dono de alguma coisa – ele não é dono de nada, nen mesmo de seu próprio corpo físico. O homem mata o corpo, o corpo pode morrer, mas, o espírito – continua a viver, porque ele é eterno. Mas, o ser humano, vive no mundo, como sendo a sua razão de viver. Assim, ele extrapola em todos os seus limites racionais e, até, na sua vida espiritual – porque, a nossa criação, através de nossa cultura ocidental – é proteger o corpo, salvar a vida corporal – se esquecendo da vida como alma e espírito.

Por isso, o homem tem medo de morrer, porque, acredita ser a MORTE, o fim de tudo – um engano do homem no mundo.  Mas, no dia e, que o homem alcançar o conhecimento do reino da vida – ele, entrará no “conhecimento do absoluto” – então, o homem aprenderá a conhecer-se a si próprio – mesmo, que, ainda esteja mergulhado no mundo ilusório, ele, permanecerá na VIDA.  Plano, este, em que o espírito, transcende, saindo do regime material, para a sabedoria da Luz da verdade espiritual da alma.

Aonde, o espirito consciente de sua identidade, como um ser – filho de DEUS – sente DEUS, agindo em seu SER.

O QUE É A MORTE> senão, o espírito, agregado a um corpo físico, esquecido de sua identidade, muitas vezes, de grande conhecimento – mas, entorpecido com o peso da carne e os desejos humanos. E, nesta prisão corporal, a MENTE, ainda, sem muita consciência da espiritualidade – prende-se ao ilusionismo, a teia, que, envolve e enrreda o homem, nesse modo de vida temporário – que, faz o espírito pensar no corpo físico, como um “todo” em sua vida material. Mesmo que vejamos, a todo instante pessoas morrendo, nos deixando – talvêz, para um nunca mais, dentro da maneira cética do homem pensar. A ficha, não cai – e a realidade na MENTE, ainda, num estado bruto – não acontece. Porque, a pressão do mundo é mais forte, deixando o espírito, aprisionado, num corpo de carne, osso e sangue.

Enquanto o espírito não despertar para a verdade de sua consciência espiritual – o homem estará retido no declínio da MORTE, física, levando as consequências de seus erros na matéria – para a vida espiritual.  Pois, quem faz a MORTE é o homem – porque, DEUS é VIDA no seu Reino, não existe MORTE.

Mas, enquanto o espírito estiver no delírio da vida material, ele, continuará à temer a MORTE. Pois, existe no espírito encarnado na matéria, o esquecimento de sua individualidade, como um ser da Luz de DEUS!  O homem está na completa ignorância, teme morrer – quando na verdade, “estamos mortos” – porque a VIDA, não é do mundo – no mundo, tudo é perecível. Em tudo, existe a MORTE, mas, na espiritualidade, a MORTE é apenas, um “nome” ou então, uma ponte, por onde, o espírito se manifesta – perante os olhos do homem – cético em sua própria essência Divina.

Não temais a MORTE> porque, ela é necessária na materialidade da vida humana! O espírito é eterno e nêle, não existe MORTE. O mundo é somente uma escola preparatória para a humanidade, aprender a conhecer a Lei Maior e começar a dar seus primeiros passaos na escala da espiritualidade Divina.  Pois, se o homem, não aprender a conhecer o que está a sua volta – não entender as formas e energias existentes na mãe natureza – continuar a negar a existência das forças sagradas – então, ao negar esses valores, por puro egoísmo e interêsses pessoais, políticos – religiões, crenças…ainda terá (ele) de passar por muitas (mortes)      (BARTHO)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s